Para saber o que acontece do outro lado do oceano, na velha Europa, hoje pedimos nossos amigos Soddisfa.com usuários o que eles achavam da traição, se ele já pularam a cerca e por quê. Abaixo estão algumas entrevistas:

Marco, 43 anos, Brescia
Sim, eu já trai minha parceira uma vez. Nosso relacionamento estava em crise e eu precisava de uma distração não apenas sexual. Além disso, o sexo entre nós tinha-se tornado monótono e assim entrei em contato com uma mulher em um site de encontros online e transei com ela. Devo dizer que no começo eu tinha um pouco de arrependimento, mas quando eu percebi que a minha relação com minha parceira tinha melhorado, no sentido que a gente recuperou um entendimento sexual mais intenso, como nos primeiros dias do nosso relacionamento, então não me arrependi de ter traído. É claro que eu nunca disse a ninguém da traição e é melhor assim. Eu acredito que se uma coisa tem aspectos positivos não tem cabimento em revelar detalhes que podem causar sofrimento em outras pessoas. No final, o que importa é o resultado. Agora sou feliz com minha parceira e ela também é mais satisfeita do meu desempenho sexual. Trair novamente? Não sei, depende. Mas, certamente, a idéia me excita muito.

sexo sem compromissoRoberta, 37 anos, Siracusa
Eu nunca traí fisicamente, mas sim com o pensamento. Na verdade eu sempre tive o desejo de trair, mas não porque não esteja bem com meu marido, mas por uma questão de tentar algo de proibido. Até agora, no entanto, eu nunca tive a coragem mesmo que eu tinha várias oportunidades. As vezes bato um papo com homens desconhecidos online e várias vezes aconteceu de fazer sexo virtual com eles, mas nunca quis lhes encontrar pessoalmente. Mas eu gostaria de encontrar alguém que me levasse ao ponto de trair meu marido, talvez com um sexo fantástico, que depois de anos de casamento parece uma miragem!

Ivano, 53 anos, Nápoles
Eu poderia me definir um traidor obstinado. Admito que gosto de trair a mulher com quem estou namorando e, tenho que dizer a verdade, não gosto de relacionamentos duradouros. Gosto da idéia de mudar de parceira com frequência, cheirar seus perfumes e ver como cada uma goza de forma diferente. Mas gosto da traição também por outra razão: o pensamento de fazer algo de proibido, de secreto me deixa com muto tesão. O encontro escondidos, os telefonemas secretos, as mensagens lidas e logo apagadas, tudo me excita muito. Respeito a conexão entre a traição e a vida de casal, eu também acho que trair pode ajudar a melhorar o relacionamento, mas depende de pessoa a pessoa. Por exemplo, no meu caso eu traio até mesmo para terminar o relacionamento, e não posso evitar. Mas há pessoas que eu conheço que da traição tiveram uma vantagem em termos da relação com o parceiro.

Resumindo, têm mais e mais italianos que traíram e iriam repetir, ou que estão se preparando para fazê-lo. Obviamente os meios da internet nos permite ficar mais facilmente em contato com mulheres e homens, e trair com total confidencialidade. Se você também acredita que a traição não é algo tão grave e que pode colocar pimenta na relação, então, entre na rede e comece esta grande aventura chamada encontros on-line!